---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

administracao
Plano de Desenvolvimento Integrado do turismo Sustentável é apresentado administração Municipal de Anita Garibaldi

Publicado em 04/09/2019 às 14:57 - Atualizado em 10/09/2019 às 16:34

Plano de Desenvolvimento Integrado do turismo Sustentável é apresentado administração Municipal de Anita Garibaldi
Créditos: Gleice Silva Baixar Imagem

      Com intuito de fomentar o turismo da região, foi apresentado nesta última segunda feira dia 02/08, o Plano de desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável, para a região dos Lagos.

      Proveniente do recurso R$ 300 Mil, da emenda parlamentar da Deputada Federal Carmem Zanotto (PPS), possibilitou Associação de Municípios da Região Serrana (Amures), a desenvolver o projeto para custear as ações de integração da Região Serrana, que consiste em desenvolver projetos para atrair turistas para Serra Catarinense.

      De acordo com assessora de turismo da Amures e Secretaria Executiva do Conserra Ana Vieira, desde 2017 vem trabalhando para o desenvolvimento do projeto, que tem como objetivos analisar as potencialidades dos municípios e identificar os principais atrativos turísticos da região.

      O projeto foi iniciado em abril, e a primeira etapa do plano municipal consiste no diagnóstico da área turística do município, que envolve meios de hospedagem, Estabelecimentos de alimentações e bebidas, a e toda a infraestrutura básica de apoio ao turista no município, identificando assim, as possível melhorias, bem como as potencialidades que podem ser desenvolvidas e exploradas na região dos lagos. As quais envolve a iniciativa privada, onde estão a maioria dos recurso naturais.

      Segundo o consultor Alexandre Newmayr, da Girus soluções em turismo (SEBRAE), a segunda etapa do projeto esta prevista para o mês de dezembro onde será realizada a elaboração, missão e visão do turismo no município, para desenvolve as estratégias e as ações como um todo.

      Já para assessora de turismo da Amures, o objetivo é trabalhar as potencialidades de cada micro-regiões com suas diferenças, em prol do seu desenvolvimento. “Nossa ideia é identificar mais atrativos na Serra Catarinense, quanto mais atratividades, mais possibilidade de aumentar a permanência média do turista, dessa forma desenvolver a economia do turismo para a região” enfatiza.

       Também foram destacados os pontos turístico do município, aos quais podem proporcionar uma experiência pedagógica, de educação ambiental, fomentando o turismo rural e de experiência. Assim, como segmento do turismo Náutico que podem ser desenvolvida na região.

       Para a e Engenheira Ambiental e gestora de turismo Juliana Gracietti de Oliveira, com o início dos diagnósticos por meio do plano de desenvolvimento do turismo, é possível visualizar os benefícios que o turismo poderá trazer ao município, proporcionando consequentemente a população  maior qualidade de vida.

Informações: Gleice Silva